Pantys lança primeira cueca menstrual para homens trans

28/06/2021 - 16:00 | Por: Circolare


A Pantys, primeira marca brasileira de calcinhas absorventes e única clinicamente testada no mundo, acaba de lançar a primeira cueca menstrual brasileira voltada para homens trans e pessoas não binárias.

O lançamento tem como objetivo atender um chamado da comunidade, que solicitou um produto com a tecnologia e sustentabilidade da marca, voltado para homens trans e todos que não se sintam representados por produtos femininos.

O lançamento possui na parte interna a mesma tecnologia das calcinhas absorventes da Pantys, que conquistaram o coração das brasileiras. Já a parte externa da Boxer é feita inteiramente de modal natural, que utiliza menos recursos ambientais para sua produção do que as fibras de algodão, consumindo de dez a vinte vezes menos água, fazendo a regulação de temperatura e umidade.

“Queremos que todos se sintam acolhidos durante a menstruação. Hoje, os produtos menstruais disponíveis no mercado são feitos para mulheres e reforçam a comunicação pensada para um público feminino, porém essa é uma questão séria para os homens que menstruam. Então, além de oferecer um novo produto, a Boxer trará visibilidade, conforto e funcionalidade aos ciclos menstruais de homens trans”, conta Maria Eduarda Camargo, sócia fundadora da Pantys.

Há mais de um ano a Boxer está em desenvolvimento e contou com o apoio de homens trans durante todo o processo de confecção. O time auxiliou a marca na escolha da modelagem, cores, preferências e compartilharam com a equipe de desenvolvimento de produto como era sua rotina menstrual e testaram a peça assim que finalizada, trazendo seus feedbacks.

“A menstruação não tem gênero! É extremamente importante levar saúde e inclusão para todas as pessoas que menstruam. Esperamos que o lançamento possa inspirar outras marcas a dar visibilidade a esse público! Nosso maior objetivo como marca é dar acesso a produtos sustentáveis para cada vez mais pessoas. Ao longo do tempo percebemos como os homens trans são invisíveis na sociedade e entendemos a importância de abraçá-los e nos posicionarmos diante de uma questão tão importante envolvendo a menstruação”, completa Emily Ewell, também sócia fundadora da Pantys.

Tags: 

Parceria Hering e Pantys

29/10/2019 - 18:00 | Por: Circolare


A Hering apresenta uma parceria especial com a Pantys, marca de calcinhas absorventes reutilizáveis. Ambas se uniram para idealizar market places que comercializarão produtos Pantys nas lojas da Hering.

O principal objetivo da Pantys é melhorar a qualidade de vida das mulheres, proporcionando mais liberdade de movimento e conforto. A calcinha é reutilizável, dura aproximadamente dois anos e possui tecido antimicrobiano com bloqueador de odores e alta capacidade de absorção. Além do conforto e da segurança durante o período menstrual, a marca chama atenção para a conscientização do impacto ambiental que uma mulher, durante a vida fértil, pode produzir. São aproximadamente 450 ciclos menstruais, em média, 180 quilos de absorventes, que são descartados como lixo orgânico no meio ambiente.

Os produtos da Pantys chegam para complementar a linha de underwear da Hering com dois modelos diferentes – Hot Pant, criada para fluxo intenso, e Biquíni, desenvolvida para fluxo moderado, – que estarão disponíveis para compra no e-commerce (hering.com.br) e nas lojas físicas selecionadas da Hering a partir do mês de outubro.

Tags: ,

Pantys adota matéria-prima biodegradável para seus produtos

31/08/2019 - 17:00 | Por: Circolare

Imagem: Reprodução

Pantys, primeira marca de calcinhas absorventes do Brasil, inova mais uma vez ao adotar matéria-prima biodegradável para suas peças. A empresa, que nasceu do princípio de reduzir o problema do acúmulo de lixo enfrentado atualmente, reforça, assim, seu posicionamento de respeito e responsabilidade com o meio ambiente.

A marca incorporou em sua produção a tecnologia brasileira Amni Soul Eco®, único fio de poliamida biodegradável do mundo, que permite uma decomposição mais rápida na natureza. Ou seja, enquanto os tecidos normais levam em média cinquenta anos para se decompor – e os absorventes descartáveis cerca de quinhentos anos -, com a nova tecnologia adotada pela Pantys, o processo é acelerado e acontece em um período máximo de três anos.

O uso dessa matéria-prima mantém a qualidade, conforto e durabilidade já conhecida pelas consumidoras da Pantys, porém com um detalhe importante: ela permite que a peça, quando descartada corretamente, passe por uma biodegradação completa, feita por microorganismos do solo, e seja totalmente eliminada do planeta, não intensificando o acúmulo de lixo.

Para que o processo seja possível, o descarte deve ser feito em aterros sanitários ao final do ciclo de duração da Pantys, de em média dois anos. Lá, a degradação só irá acontecer quando o tecido perder o contato com o oxigênio do ar e encontrar os microorganismos embaixo do solo.