Non grato

19/05/2011 - 11:30 | Por: Circolare

Essa quarta-feira foi um dia polêmico em Cannes. É que o cineasta dinamarquês Lars Von Trier declarou durante a coletiva de imprensa do seu filme, “Melancolia”, que sentia “um pouco de compaixão por Adolf Hitler”.

Ao lado da estrela do longa, Kirsten Dunst – que tentou fazer com o diretor parasse de falar, Lars ainda completou dizendo: “Eu compreendo Hitler. Acho que ele fez algumas coisas erradas, sim, com certeza, mas eu consigo vê-lo sentado em seu bunker no final”. Os repórteres olhavam incrédulos para as afirmações, que foram encerradas com um desastroso: “O.K., então, sou um nazista”.

É claro que ele foi foi declarado persona non grata pelo Festival de cinema.

Imagem: Reprodução

Comentários